482kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

O mundo juntou-se para ver a chuva de estrelas. Veja as primeiras fotografias

Este artigo tem mais de 4 anos

Não é um evento novo, mas todos os anos coloca milhares de pessoas a olhar para os céus. A chuva de meteoros, conhecida como chuva de Perseidas, ocorreu esta noite e já chegaram várias imagens.

21 fotos

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

(Veja a fotogaleria acima com as imagens da chuva de estrelas em várias partes do mundo)

Durante a noite deste domingo para segunda-feira, quem olhou para o céu, especialmente entre as 21 e as 8 horas, reparou numa chuva de estrelas que não se vê todos os dias. Nos quatro cantos do mundo, e sobretudo nos locais mais afastados das cidades, com menos luz e um céu mais limpo, a chuva de meteoros, mais conhecida como chuva de Perseidas, juntou vários amantes de astronomia, de fotografia ou simples curiosos que não quiseram perder um céu diferente.

Mas, este não é um acontecimento novo: a chuva de Perseidas é um evento que marca presença anualmente no mês de agosto. Este ano, a fase de lua nova ajudou, deixando o céu mais escuro para a observação a olho nu.

Em Portugal, as Perseidas surgiram “de forma tímida e constrangida” e quem se preparou para fotografar uma verdadeira chuva de meteoros teve ficar várias horas à espera. Um fotógrafo amador publicou no Facebook o resultado de uma noite passada em Branca, no concelho de Albergaria-a-Velha, em Aveiro.

Na Barragem do Alqueva, no Alentejo, também houve quem olhasse para os céus, numa noite de “muitas estrelas cadentes”.

Também do Torrão, em Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, chegaram imagens 360º, que permitem uma visão geral sobre o céu estrelado que se viveu na região.

Se não viu a chuva de estrelas ou viu e gostava de rever, a NASA esteve em direto durante 4 horas a partir do seu centro em Huntsville, nos Estados Unidos. 

Nas redes sociais, foram várias as pessoas que aproveitaram para mostrar a sua perspetiva da chuva de Perseidas. No Canadá, por exemplo, um utilizador do Instagram colocou uma fotografia e aconselhou: “Se tiverem a oportunidade, venham cá fora esta noite e saiam da cidade para ver um espetáculo”.

https://www.instagram.com/p/BmaLK7THjC0/?tagged=perseidmeteorshower

[Veja neste vídeo como a noite de domingo foi iluminada pela “chuva de estrelas”]

Um pouco por todo o mundo houve também quem tivesse planeado passar a noite nos sítios onde melhor se poderia ver a chuva de estrelas. Em Oakland, nos Estados Unidos, centenas juntaram-se para observar o céu. O evento esgotou, com mais de 500 participantes e, entre eles, foram vários os que ficaram a dormir no local.

https://twitter.com/liliankim7/status/1028849459063480320

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.