Homens armados atacaram esta quinta-feira um centro de treino dos serviços secretos afegãos em Cabul, disseram esta quinta-feira fontes ligadas às autoridades do Afeganistão que enfrentam uma série de ataques talibãs em várias zonas do país.

“Registam-se confrontos neste momento. A zona está bloqueada pelas forças de segurança”, disse o porta-voz da polícia de Cabul, Hasmat Stanikzau sem fornecer mais pormenores.

Uma fonte ligada às forças governamentais e que pediu anonimato confirmou à agência France Presse o ataque que se registou esta quinta-feira na capital do Afeganistão. Vários homens armados posicionados num edifício em construção atacaram o centro de treino dos serviços de informações do Afeganistão (Direção Nacional de Segurança) em Cabul.

O ataque que ainda não foi reivindicado acontece numa altura em que se regista uma série de operações levadas a cabo por grupos talibã em várias regiões do país e a menos de 24 horas após um atentado suicida contra uma escola xiita em Cabul.

Este ataque fez pelo menos 37 mortos, de acordo com um novo balanço, que vem retificar o número de vítimas avançado na quarta-feira, de 48.

Esta semana grupos talibã lançaram um ataque em Ghazni, província de Cabul, contra as forças governamentais que foram apoiadas pela aviação norte-americana. Na terça-feira um outro ataque talibã teve como alvo uma base militar na província de Faryab, nordeste do Afeganistão.