A cantora Nicki Minaj está a ser acusada pelo ex-namorado de o ter esfaqueado na casa onde viviam, na Califórnia. Safaree Samuels, que manteve uma relação com a artista nascida em Trindade e Tobago durante quase 15 anos, revelou no Twitter que mentiu às autoridades e disse que se tinha tratado de uma tentativa de suicídio para que Minaj não fosse detida.

“Lembras-te da noite em que me cortaste e eu quase morri. A polícia teve de me tirar de casa numa maca e eu tive de mentir e dizer que estava a tentar matar-me para que não te prendessem. Quando coisas como essa começam a acontecer mais do que uma vez é hora de pensar”, escreveu Safaree Samuels no Twitter. O norte-americano acrescentou ainda que não tem “ódio” pela cantora.

Nicki Minaj apressou-se a responder e a desmentir as acusações do ex-namorado – ripostando também com outras alegações. Também nas redes sociais, a cantora de 35 anos garantiu que Samuels está a mentir mas não referiu diretamente o alegado incidente de violência doméstica. “Roubaste-me o cartão de crédito e disseste-me que pensavas que era uma conta com ‘dinheiro grátis’ que eu não conhecia. Deus vai castigar-te por mentires”, escreveu Minaj, acrescentando também que, já depois da separação, o ex-namorado ter-lhe-á implorado que o levasse com ele para a Europa, numa altura em que a cantora ia atuar na cerimónia dos MTV Europe Music Awards.

Esta não é a primeira vez que a voz de “Anaconda” acusa Safaree Samuels de lhe roubar os cartões de crédito. Além disso, e de acordo com o The Guardian, Nicki Minaj já disse em entrevista à rádio Hot 97 que o ex-namorado contratou várias prostitutas durante o namoro de 15 anos. A cantora tem estado debaixo de fogo nas últimas semanas por ter respondido violentamente – nas redes sociais – a uma mulher que criticou as suas músicas e também tem sido alvo de polémica devido à colaboração com o rapper 6ix9ine, considerado culpado de “utilizar uma menor numa performance sexual” em 2015, depois de ser filmado a manter contacto sexual com uma rapariga de 13 anos.

Nicki Minaj é uma das cantoras mais bem sucedidas da atualidade nos Estados Unidos e mantém o recorde de mais entradas de uma artista feminina a solo na tabela Billboard Hot 100, com 93 aparições. O novo álbum, “Queen”, deve chegar ao primeiro lugar das tabelas norte-americanas ainda esta semana.