O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Colômbia denunciou esta quarta-feira que dois helicópteros venezuelanos, com 30 militares armados, entraram sem autorização em território colombiano, ato que é assumido como uma violação da soberania colombiana.

No dia 19 de agosto de 2018, no setor Vetas de Oriente, Município Tibú, no norte de Santander, registou-se uma violação da soberania de Colômbia”, informa o ministério em comunicado.

A violação foi realizada com recurso a “dois helicópteros militares, identificados com as siglas da Guarda Nacional Bolivariana, e por uns 30 oficiais armados pertencentes às Forças Armadas Bolivarianas de Venezuela”, refere a mesma nota.

Por instruções do senhor Presidente da República [da Colômbia], Iván Duque Márquez, [o ministério], em virtude do relatório sobre os factos que deram conta de que efetivamente se tratou de uma incursão militar não autorizada em território nacional, apresentou perante a embaixada da Venezuela uma nota a expressar o mais enérgico protesto pelos factos mencionados”, pode ler-se no comunicado.

A incursão não autorizada das forças venezuelanas terá acontecido na fronteira entre os países, a sudoeste da Venezuela e a noroeste da Colômbia.