O português Fernando Pimenta vai tentar hoje conquistar pela primeira vez o título de campeão do mundo de K1 1.000 metros, em Montemor-o-Novo, enquanto Teresa Portela e Joana Vasconcelos procuram surpreender em K2 500.

Antes da final, às 12h21, o tricampeão da Europa ainda terá uma dura missão na semifinal (9h51), que apura três para final, e na qual vai encontrar os medalhas de prata e bronze dos Europeus, nomeadamente o húngaro Bálint Kopász e o alemão Max Rendschmidt.

Pimenta, que ganhou o bronze nos Mundiais de 2015 e a prata em 2017, tem de lidar ainda com os ‘desafiadores’ rivais de França, Eslovénia e Noruega.

Às 13h04, Teresa Portela e Joana Vasconcelos vão procurar o melhor resultado de sempre do K2 500, depois de terem conseguido alcançar a primeira presença de Portugal nesta final.

As campeãs do Mundo e olímpicas, respetivamente Nova Zelândia e Hungria, parecem inatingíveis para todas as rivais, sendo que a dupla do Benfica surge com o quarto tempo entre as finalistas.

Em prova com final direta (13h26), o K4 de Luís Ferreira, João Pereira, Igor Pinho e Ruben Boas tentará o melhor lugar possível nos 1.000 metros.

Hoje também entram em ação os K4 500 compostos por Emanuel Silva, Messias Batista, João Ribeiro e David Varela (16:11) e por Teresa Portela, Francisca Laia, Joana Vasconcelos e Francisca Carvalho (16h41).