Onze lojas da Adidas espalhadas por todo o país foram esta quarta-feira encerradas devido a uma ação de despejo avançada pela própria marca contra a empresa que a representa em Portugal. De acordo com a RTP, a empresa acumulou dívidas à Adidas que chegam aos 4,5 milhões de euros e todo o material será apreendido.

Duas das lojas em causa são a da rua de Santa Catarina, no Porto, e a do Terreiro do Paço, em Lisboa. As lojas abriram de forma habitual, por volta das 10h da manhã, mas menos de meia hora depois chegaram agentes de execução que ordenaram o encerramento dos estabelecimentos, procederam à remoção de todos os elementos identificativos da Adidas no exterior dos espaços e começaram um inventário de todo o material que se deve prolongar durante vários dias.

Em declarações à RTP, o agente de execução que se deslocou à loja da rua de Santa Catarina, no Porto, explicou que se tratava de uma “ação de arresto, de remoção dos bens”. O encerramento das lojas significa também o fim dos contratos de trabalho com muitos os funcionários.