Brasil

Inflação no Brasil em outubro cresce 0,45%, a maior taxa para aquele mês desde 2015

A inflação no Brasil registou um aumento de 0,45% no mês de outubro, a maior taxa para o período desde 2015 (0,82%), divulgou esta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

MARCELO SAYAO/EPA

A inflação no Brasil registou um aumento de 0,45% em outubro, a maior taxa naquele mês desde 2015 (quando foi de 0,82%), divulgou esta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o instituto brasileiro, o aumento teve forte influência dos preços dos alimentos, bebidas, e transportes.

A inflação acumulada no ano no país de janeiro a outubro chegou a 3,81%, enquanto a alta nos preços nos últimos 12 meses ficou em 4,56%.

“Esse índice teve pequena desaceleração em relação ao mês passado (0,48%) e o comportamento que causou essa movimentação foi praticamente o mesmo. É o maior em outubro desde 2015”, explicou em comunicado o responsável da pesquisa do IBGE, Fernando Gonçalves.

“A alimentação subiu, a exemplo do tomate, que teve alta de 51,27%. E os Transportes, mesmo desacelerando em relação a setembro, vieram com alta. (…) Habitação é um grupo importante e também subiu, assim como a energia elétrica”, acrescentou.

Os grupos Alimentação e Bebidas aceleraram de 0,10% em setembro para 0,59% em outubro. Já os transportes, que também contribuíram para a alta da inflação embora tenham recuado em relação ao mês anterior, passaram de uma alta de 1,69% em setembro para um acréscimo de 0,92% em outubro.

Os dados do IBGE mostram que a subida em produtos do grupo alimentação e bebidas foi impulsionada, principalmente, pelo grupamento da alimentação no domicílio (0,91%), destacando-se o tomate (51,27%), a batata-inglesa (13,67%), o frango inteiro (1,95%) e as carnes (0,57%).

No caso dos transportes, os combustíveis foram responsáveis pela variação positiva. O preço do etanol cresceu 4,07%, do óleo diesel (2,45%), da gasolina (2,18%) e do gás veicular (0,06%). Alimentos e transportes foram responsáveis por 71% da inflação no Brasil em outubro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Europeias

Querida Europa...

Inês Pina

Sabemos que nos pedes para votarmos de cinco em cinco anos, nem é muito, mas olha é uma maçada! É sempre no dia em que o primo casa, a viagem está marcada, em que há almoço de família…

Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)