Festivais de Música

Sting é a primeira confirmação do Festival Marés Vivas em Gaia para 2019

O Festival Marés Vivas em Vila Nova de Gaia decorre de 19 a 21 de julho. A presença de Sting no festival insere-se numa digressão que o artista irá fazer pela Europa no verão de 2019.

O cantor britânico Sting já passou pelo festival em 2017

Zoltan Balogh/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O britânico Sting é a primeira confirmação do Festival Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, que decorre de 19 a 21 de julho, depois de ter passado pelo evento em 2017, adiantou esta segunda-feira à Lusa a PEV Entertainment. A presença de Sting no festival, agendada para 21 de julho, insere-se numa digressão que o artista irá fazer pela Europa no verão de 2019, intitulada “Sting: My Songs”, referiu.

O inglês de 67 anos já editou mais de dez discos de originais na sua carreira a solo e, entre os temas mais conhecidos, estão “Englishman in New York” e “If I Ever Lose My Faith In You”. Antes de atuar a solo foi o principal compositor, cantor e baixista da banda The Police, que formou com Setwart Copeland e Andy Summers, em 1977.

Após o seu aclamado álbum “57th & 9th”, editado em novembro de 2016 e o primeiro disco rock em 13 anos do músico, Sting e o artista de música reggae Shaggy lançaram, em colaboração, o álbum “44/876”. No verão de 2018, Sting e Shaggy realizaram numa digressão por vários locais históricos.

Na semana passada, a organização do Festival Marés Vivas anunciou a diminuição do preço dos bilhetes em 2019, depois de o Orçamento do Estado (OE) aprovado ter reposto o IVA dos espetáculos na taxa de 6%. Desta forma, o passe para os três dias passa para os 61 euros, menos quatro euros, enquanto o bilhete diário baixa dos 35 para os 33 euros, e estarão à venda a partir desta segunda-feira, adiantou.

“Estamos, assim, a dar desde já o nosso contributo para a construção de uma política cultural consistente e de igualdade para todos”, disse a organização.

A 13.ª edição do Marés Vivas acontece de 19 a 21 de julho, depois de, em 2018, ter estreado a nova localização junto à Antiga Seca do Bacalhau, em Gaia, distrito do Porto. Este ano, o festival, que teve em cartaz nomes como Richie Campbell, Jamiroquai, Goo Goo Dolls, David Guetta Kodaline, Carolina Deslandes e Joss Stone, entre outros músicos, contou com 110 mil pessoas.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)