A taxa de desemprego na Grécia caiu para 18,6% em setembro, menos três décimas do que no mês anterior e 2,2 pontos percentuais do que no mesmo mês de 2017, foi anunciado esta quinta-feira. Segundo dados corrigidos das variações sazonais publicados esta quinta-feira pela agência de estatística grega Elstat, o número de desempregados totalizou 887.009 em setembro, menos 1,1% face a agosto e 11,1% relativamente a setembro de 2017.

O número de empregados cifrou-se em 3.879.461, mais 0,5% do que em agosto e mais 2,3% do que no mesmo mês do ano passado. O número de pessoas inativas – que não trabalham nem procuram ativamente emprego – atingiu 3.199.929, menos 0,4% face a agosto e 0,5% na comparação com setembro de 2017.

A taxa de desemprego continuou a ser maior entre as mulheres (23,4%) do que entre os homens (14,8%). O desemprego jovem manteve-se muito elevado ao atingir 36,6% de pessoas com idades entre 15 e 24 anos e 24,3% com idades entre 25 e 34 anos. A outra faixa etária mais atingida é a do intervalo entre 35 e 44 anos, com uma taxa de desemprego de 16,7%.