Futebol

Shola Shoretire, o menino de 14 anos que é o mais novo de sempre a jogar na UEFA Youth League

Shola Shoretire tem 14 anos e tornou-se esta quarta-feira o mais novo de sempre a jogar na UEFA Youth League. O avançado do Manchester United é uma das grandes promessas do futebol inglês.

Shola nasceu em 2004, tem ascendência nigeriana e quebrou um recorde que pertencia ao benfiquista Svilar

Getty Images

Em outubro de 2017, numa contagem feita no livro “Sons of United”, soube-se que o Manchester United tinha atingido um recorde perto do inacreditável: os red devils jogavam há 3.883 jogos consecutivos com pelo menos um jogador da formação no onze inicial. Ou seja, desde outubro de 1937. Durante 80 anos, em todos os onzes iniciais de jogos do Campeonato, Taça e competições europeias e internacionais, pelo menos um jogador do Manchester United tinha completado a formação no próprio clube. Mais de um ano depois, a marca aproxima-se agora dos 4 mil jogos consecutivos.

A formação do Manchester United é, como os números comprovam, uma das mais frutíferas e bem sucedidas do futebol mundial. De George Best a Bobby Charlton, passando por Ryan Giggs, Paul Scholes, David Beckham e o mais atual Marcus Rashford, são centenas os jogadores que Old Trafford formou, apresentou ao mundo e lançou para o futuro. Shola Shoretire é apenas mais um deles – mas pelo caminho alcançou um extraordinário feito. 

Com 14 anos, 10 meses e 10 dias, o rapaz inglês com ascendência nigeriana tornou esta quarta-feira o mais novo de sempre a jogar na UEFA Youth League, a Liga dos Campeões dos juniores. Shola entrou aos 74 minutos da vitória do Manchester United frente ao Valência (2-1) para substituir Nishan Burkart, que marcou o primeiro golo dos red devils, e deixou o nome escrito a tinta permanente na história do futebol e do clube inglês. O avançado jogou ao lado e contra rapazes que tinham, no mínimo, mais cinco anos do que ele e deixou boas indicações, como a notável visão de jogo, a qualidade de passe e o controlo de bola.

Shola Shoretire realizou treinos de pré-época com os Sub-19 e os Sub-23 do United e é elegível para as seleções da Nigéria e de Inglaterra, já que os pais nasceram no país africano e o jogador tem dupla nacionalidade. Ao ser lançado por Nicky Butt – também ele antigo produto da formação do Manchester United e atual treinador dos juniores do clube –, Shola bateu o recorde que pertencia a Mile Svilar, guarda-redes do Benfica, que em 2014 se estreou na Youth League com apenas 15 anos, ao serviço do Anderlecht. No mesmo jogo, Butt lançou ainda Harvey Neville, filho de Phil Neville (irmão de Gary Neville, antigo jogador do Manchester United, e atual selecionador nacional da seleção inglesa de futebol feminino), que tem apenas 16 anos e também tem sido incluído nos escalões superiores de forma regular. O Manchester United apurou-se para os oitavos de final da UEFA Youth Cup ao passar no primeiro lugar do grupo, com 16 pontos. A Juventus ficou na segunda posição, com 10 pontos, e também passou à próxima fase.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)