Enfermeiros

Comissão dos Enfermeiros abandona negociações com o Governo

189

Em causa está a falta de propostas sobre progressões e o pagamento do suplemento aos especialistas, que são imprescindíveis aos bombeiros para a continuidade das negociações com o governo.

Enfermeiros exibem um cartaz onde se lê "Basta, pela valorização da enfermagem" durante uma manifestação em frente ao Ministério da Saúde, no passado mês de outubro

RODRIGO ANTUNES/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A Comissão Negociadora Sindical dos Enfermeiros (CNESE) não vai comparecer na reunião desta terça-feira com a tutela por falta de propostas sobre progressões e o pagamento do suplemento aos especialistas, imprescindíveis para a continuidade das negociações.

O Governo não decide sobre progressões e atribuição do suplemento a todos os especialistas e inviabiliza a comparência da CNESE na reunião negocial de hoje”, afirma em comunicado a comissão composta pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) e pelo Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira (SERAM).

Na reunião negocial, de 5 de dezembro, a Comissão Negociadora Sindical dos Enfermeiros afirmou “ser imprescindível para a continuidade do processo negocial” que o Governo emitisse orientações sobre a “justa contagem dos pontos a todos os enfermeiros para efeitos do descongelamento das progressões” e ao pagamento do suplemento remuneratório aos enfermeiros especialistas.

“Esta condição imprescindível ao desenvolvimento do processo negocial foi reafirmada a 11 de dezembro, em carta remetida ao Ministério da Saúde”, sublinham os sindicatos no comunicado.

De acordo com os sindicatos, o Ministério da Saúde não remeteu à CNESE “nenhuma informação sobre as medidas conducentes ao pagamento do suplemento remuneratório aos enfermeiros especialistas”. Também não apresentou qualquer orientação relativa à “justa contagem dos pontos para efeitos do descongelamento das progressões”, no sentido de “contabilizar 1,5 pontos até 31 de dezembro de 2014, de não relevar o reposicionamento nos 1.201 euros para efeitos de contabilização dos pontos, e “aplicar os mesmos critérios aos enfermeiros com contrato individual de trabalho”.

Para a CNESE, a decisão e resolução sobre estas matérias é de “fundamental importância” já que tem implicações nas “transições de carreira”, e, por isso, “imprescindível para o desenvolvimento do processo negocial”.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
IAVE

Errare humanum est… exceto para o IAVE!

Luís Filipe Santos

É grave tal atitude e incompreensível este silêncio do IAVE. Efetivamente, o que sempre se escreveu nos anos anteriores neste contexto foi o que consta na Informação-Prova de História A para 2018.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)