A banda pop Seventeen atuava ao vivo num concerto num resort em Java quando o tsunami interrompeu violentamente o concerto. Dois membros da banda morreram, informou mais tarde o vocalista da banda.

O concerto acontecia numa tenda montada à beira mar, no resort Tanjung Lesung, quando foi violentamente atingido pelo tsunami, que já matou mais de 200 pessoas e quase mil feridos. O momento em que o concerto foi atingido, com a onda gigante a atingir primeiro o palco e depois a plateia, foi registado em vídeo por uma das pessoas que assistia ao espetáculo:

As mortes de dois membros dos Seventeen — o baixista e o manager — foi confirmada pelo vocalista da banda, Riefian Fajarsyah, num vídeo no Instagram, onde também referiu que a sua mulher e um dos técnicos da banda estavam desaparecidos.

O vocalista contou a uma televisão da Indonésia como o impacto das ondas o puxou para dentro de água, juntamente com o manager da banda, que acabaria por morrer. “Estavam entre 20 a 24 pessoas mortas à minha volta”, contou o vocalista dos Seventeen.

O momento em que o concerto foi atingido pelo tsunami, que já matou mais de 200 pessoas, foi registado em vídeo por uma das pessoas que assistia ao concerto:

As mortes de dois membros dos Seventeen — o baixista e o manager — foi confirmada pelo vocalista da banda, Riefian Fajarsyah, num vídeo no Instagram, onde também referiu que a sua mulher e um dos técnicos da banda estavam desaparecidos.

O vocalista contou a uma televisão da Indonésia como o impacto das ondas o puxou para dentro de água, juntamente com o manager da banda, que acabaria por morrer. “Estavam entre 20 a 24 pessoas mortas à minha volta”, contou o vocalista dos Seventeen.