O FC Porto pode bater no sábado o recorde português de triunfos consecutivos em todos as provas numa época, que partilha com o Benfica, caso vença o Sporting, em Alvalade, na 17.ª jornada da I Liga de futebol.

Depois de igualar na segunda-feira, com um triunfo por 3-1 sobre o Nacional, os 18 triunfos consecutivos da versão 2010/11 dos encarnados, liderados por Jorge Jesus, os dragões podem, assim, fazer história no reduto dos leões, onde não vencem há mais de uma década para o campeonato.

O conjunto de Sérgio Conceição chega, porém, a Alvalade muito moralizado, pela série de vitórias e a liderança muito confortável do campeonato, seis pontos à frente do Sporting de Braga, sete do Benfica e oito do Sporting.

Depois do desaire por 1-0 na Luz, frente ao rival encarnado, em 7 de outubro de 2018, os comandados de Sérgio Conceição só contabilizam triunfos, entre Liga dos Campeões (quatro), I Liga (nove), Taça de Portugal (três) e Taça da Liga (duas). A série de 18 triunfos dos dragõesa rrancou em Vila Real, com uma goleada por 6-0 para a Taça de Portugal, em 19 de outubro, e os cinco jogos que se seguiram também foram triunfos folgados, por mais do que um golo de diferença.

O conjunto portista venceu duas vezes o Lokomotiv Moscovo, na Rússia por 3-1 e em casa por 4-1, somou dois triunfos por 2-0, na receção ao Feirense e no reduto do Marítimo, para o campeonato, e um por 4-2, no Dragão, para a Taça de Portugal, com o Varzim.

O sétimo capítulo do percurso 100% vitorioso teve como palco o Dragão, em 10 de novembro, e foi bem complicado, perante o Sporting de Braga, batido por 1-0 — depois de colocar duas bolas nos ferros — por um golo do brasileiro Soares, aos 88 minutos. Seguiu-se um 2-0 ao Belenenses, para a Taça de Portugal, e uma vitória por 3-1 na receção ao Schalke 04, que valeu o apuramento no primeiro lugar para os oitavos de final da Champions.

As dificuldades voltaram ao nono jogo, em 2 de dezembro, no Bessa, onde a formação de Sérgio Conceição só assegurou o triunfo face ao vizinho Boavista, na ronda 11 da I Liga, aos 90+5 minutos, graças a um tento do suplente Hernâni, entrado aos 88.

Depois, os dragões bateram o Portimonense por 4-1, para a I Liga, e fecharam a Champions com um 3-2 na casa do Galatasaray, que falhou um penálti para 3-3 aos 67 minutos, iniciando uma série de seis vitórias pela margem mínima.

Ao triunfo na Turquia, seguiram-se um 2-1 fora com o Santa Clara, para a I Liga, um 4-3 ao Moreirense para a Taça de Portugal, um 2-1 ao Rio Ave, para o campeonato, um 2-1 ao Belenenses, no Jamor, para a Taça da Liga, e um 1-0 na Vila das Aves, para o campeonato. O sucesso 18 foi por dois golos (3-1 ao Nacional).

Com a vitória sobre os azuis, os dragões superaram o recorde do clube, os 15 triunfos consecutivos conseguidos em 1984/85, sob o comando de Artur Jorge, o técnico que, dois anos depois, levou o clube ao primeiro título europeu.

Quanto aos encarnados, selaram o recorde entre dois desaires por 2-1, em casa com o Schalke 04, para a sexta e última ronda da fase de grupos da Champions, e no reduto do Sporting de Braga, em jogo a contar a ronda 22 da edição 2010/11 da I Liga.

Pelo meio, os comandados de Jorge Jesus ganharam 18 jogos de rajada, superando, ao 16.º, com a primeira vitória de sempre na Alemanha (2-0 em Estugarda, em 24 de fevereiro de 2011), à 20.ª tentativa, os registos históricos das lendas Jimmy Hagan, em 1972/73, e Sven-Goran Eriksson, em 1981/82.

O trajeto 100% por cento vitorioso incluiu oito triunfos na I Liga, quatro na Taça da Liga, quatro na Taça de Portugal e dois na Liga Europa, merecendo destaque as duas vitórias face ao Estugarda, outras duas face ao Sporting e uma no Dragão.

Os encarnados superaram os alemães nos 16 avos de final da Liga Europa com 2-1 em casa e 2-0 fora, bateram o Sporting por 2-0 em Alvalade, para o campeonato, e por 2-1 em casa, nas meias-finais da Taça da Liga, e ganharam fora ao FC Porto por 2-0, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Apesar deste registo recorde, o Benfica terminou a época 2010/11 com apenas um título conquistado, a Taça da Liga.

  • Os 18 jogos consecutivos a ganhar do FC Porto em 2018/19:

Data Prova Adversário Resultado
07/01/19 LP/16 Nacional (C) V 3-1
03/01/19 LP/15 Desportivo das Aves (F) V 1-0
30/12/18 TL/FG3 Belenenses (F) V 2-1
23/12/18 LP/14 Rio Ave (C) V 2-1
18/12/18 TP/OF Moreirense (C) V 4-3
15/12/18 LP/13 Santa Clara (F) V 2-1
11/12/18 LC/FG6 Galatasaray, Tur (F) V 3-2
07/12/18 LP/12 Portimonense (C) V 4-1
02/02/18 LP/11 Boavista (F) V 1-0
28/11/18 LC/FG5 Schalke 04, Ale (C) V 3-1
24/11/18 TP/4 Belenenses (C) V 2-0
10/11/18 LP/10 Sporting de Braga (C) V 1-0
06/11/18 LC/FG4 Lokomotiv Moscovo, Rus (C) V 4-1
03/11/18 LP/9 Marítimo (F) V 2-0
31/10/18 TL/FG2 Varzim (C) V 4-2
28/10/18 LP/8 Feirense (C) V 2-0
24/10/18 LC/FG3 Lokomotiv Moscovo, Rus (F) V 3-1
19/10/18 TP/3 Vila Real (F) V 6-0
—————————————————————-
07/10/18 LP/7 Benfica (F) D 0-1
Total: 18 jogos, 18 vitórias, 49 golos marcados e 15 sofridos.

  • Os 18 jogos consecutivos a ganhar do Benfica em 2010/11:

Data Prova Adversário Resultado
06/03/11 LP/22 Sporting de Braga (F) D 1-2
—————————————————————-
02/03/11 TL/MF Sporting (C) V 2-1
27/02/11 LP/21 Marítimo (C) V 2-1
24/02/11 LE/16a2 Estugarda, Ale (F) V 2-0
21/02/11 LP/20 Sporting (F) V 2-0
17/02/11 LE/16a1 Estugarda, Ale (C) V 2-1
13/02/11 LP/19 Vitória de Guimarães (C) V 3-0
06/02/11 LP/18 Vitória de Setúbal (F) V 2-0
02/02/11 TP/MF1 FC Porto (F) V 2-0
30/01/11 TL/FG3 Desportivo das Aves (F) V 4-0
26/01/11 TP/QF Rio Ave (F) V 2-0
22/01/11 LP/17 Nacional (C) V 4-2
19/01/11 TL/FG2 Olhanense (C) V 3-2
16/01/11 LP/16 Académica (F) V 1-0
12/01/11 TP/OF Olhanense (C) V 5-0
09/01/11 LP/15 União de Leiria (F) V 3-0
02/01/11 TL/FG1 Marítimo (C) V 2-0
18/12/10 LP/14 Rio Ave (C) V 5-2
12/12/10 TP/4 Sporting de Braga (C) V 2-0
—————————————————————-
07/12/10 LC/FG6 Schalke 04, Ale (C) D 1-2
Total: 18 jogos, 18 vitórias, 48 golos marcados e nove sofridos.