Um dos advogados de Kathryn Mayorga, a mulher que acusou Cristiano Ronaldo de a ter violado em 2009, vai entrevistar Jasmine Lennard, uma estrela britânica de reality shows que diz ter mantido uma relação com o avançado da Juventus há dez anos. Larissa Drohobyczer, uma das advogadas da equipa de Kathryn Mayorga, confirmou o encontro num comunicado enviado às redações: “A viagem do senhor Stovall a Londres será baseada em discussões com o advogado de Londres Jonathan Coad e a sua cliente Jasmine Lennard”.

Na semana passada, Jasmine Lennard publicou — e depois eliminou — uma série de mensagens no Twitter em que dizia que Cristiano Ronaldo era “psicopata” e que a tinha ameaçado de morte caso terminasse a relação com ele.  Na versão da modelo de 33 anos, o futebolista disse que a cortaria em partes e afundava o cadáver num rio caso ela tivesse outra relação ou saísse de casa.

Cristiano Ronaldo já veio negar as acusações: “O senhor Ronaldo não tem nenhuma lembrança específica de ter encontrado Lennard há dez anos ou em algum momento. Ele não teve um relacionamento com ela e não teve nenhum contacto com ela”, disseram os advogados do jogador ao Business Insider, refutando ainda que umas mensagens de voz divulgadas na rede social sejam de CR7 “As notas de voz publicadas pela senhora Lennard nas redes sociais não são do senhor Ronaldo. O senhor Ronaldo tomará ações legais apropriadas no devido tempo”, acrescentam.

Mas Jasmine Lennard insiste que tem provas das acusações que fez através de tweets e de mensagens de voz publicadas na Internet. Em dois desses tweets, a modelo afirmou: “Ele acha legitimamente que vai se safar. Mas agora não vai. Eu tive um relacionamento com ele há uma década. Temos  comunicado praticamente todos os dias no último ano e meio. Tenho mensagens e gravações que serão inestimáveis ​​para Kathryn e para a equipa dela mostrarem a verdadeira natureza e caráter dele, como ele está doente”.