A Demium, uma incubadora de empreendedores que nasceu em 2013 em Espanha, está presente em Valência, Madrid, Barcelona, Bilbao e Malaga. O objetivo é o de dar apoio a quem queira começar startups. Agora, a empresa vai expandir internacionalmente para novas cidades como Milão, Minsk, Londres, Kiev. Além disso, aposta também em Portugal, em Lisboa, onde vai receber startups no NowBeato entre 15 e 17 de março e já está a procurar empreendedores portugueses (as candidaturas são aqui).

A Demium vai estar baseada no NowBeato, um espaço de cowork incrível e criativo no centro de Lisboa e perto do rio. Este local tem o tamanho para acolher a inovação e para nos ajudar a crescer com os empreendedores”, contou ao Observador Benjamin Lambert, responsável pela Demium em Lisboa.

A escolha de Lisboa como uma das cidades para a primeira expansão internacional é devido ao “valor do talento empreendedor em Portugal, tanto a nível nacional como de outros países”, assume Lambert ao Observador. “Estamos desejosos de encontrar o nosso local no ecossistema de aceleração de startups e ajudar outros agentes como a Startup Lisboa a apoiar um melhor fluxo de negócios para os investidores locais”, continua. Segundo este responsável da Demium, o conhecimento da língua inglesa e o nível tecnológico de Portugal, “em particular Lisboa”, fazem do país um “ótimo mercado para lançar produtos disruptivos”.

Para já, a Demium espera receber até 300 candidaturas de potenciais empreendedores. Quem for selecionado recebe um local para trabalho no espaço de cowork do NowBeato e apoio logístico para lançar o negócio, “como fundos, mentoria e treino”, explica o responsável da Demium. Em troca, as startups dão 15% do negócio à empresa. Para garantir que tudo corre bem, a espanhola conta com uma equipa de cerca de 50 pessoas e com o apoio das várias incubadoras que detém.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Até agora, Lambert explica que a Demium já acolheu mais de 150 startups e recebeu o correspondentes de “várias” destas empresas que foram compradas depois de terem sido incubadas neste programa, sem revelar valores. Desde que começou, esta incubadora que também é uma startup, já recebeu cerca de 321 mil euros de investimento para ajudar outras empresas a nascer.  O objetivo é fazer com que as ideias que nascem na Demium ajudem “mil milhões de pessoas em todo o mundo através das mudanças tecnológicas”.

A partir de meio de março, as 30 candidaturas escolhidas no fim-de-semana “allstartup” ganham acesso automático a um programa de seis meses de incubação, que já garante o espaço para trabalhar no NowBeato. No final deste programa, as startups que se destacarem podem ganhar até mais 18 meses para continuar a desenvolver a ideia de negócio com a Demium.