O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) aumentou 1,2% em janeiro, abrandando face ao crescimento de 2,7% registado no mês anterior, revelou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O agrupamento de bens intermédios foi o que mais contribuiu para a variação do índice agregado, passando de uma subida de 3,7% em dezembro para 2,4% em janeiro. O abrandamento mais intenso foi registado no agrupamento energia, cujo aumento passou de 6,3% em dezembro para 1% em janeiro. Excluindo o agrupamento da energia, os preços na produção industrial aumentaram 1,3% em janeiro, abaixo do aumento de 1,8% no mês anterior.

Na secção das indústrias transformadoras, o índice registou um aumento homólogo de 1,1%, abaixo do de 2,9% em dezembro. Em termos mensais, o índice de preços na produção industrial teve uma descida de 0,4% em janeiro, contra um aumento de 1,1% no período homólogo.

O agrupamento de energia caiu em termos mensais 1,3%, contra um aumento de 3,8% em igual mês de 2018. A secção das indústrias transformadoras registou uma descida mensal de 1%, contra um aumento de 0,7% em janeiro do ano passado.