O Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, foi esta quinta-feira surpreendentemente eliminado da Taça da Grécia de futebol, ao perder por 1-0 na receção ao Lamia, em jogo da segunda mão dos quartos de final da prova.

O conjunto de Atenas, que contou com o central luso Roderick Miranda de início, não conseguiu capitalizar o empate que trouxe de Lamia (3-3), há três semanas, e acabou por ceder, no próprio reduto, ao tento do espanhol Joan Tomas, aos 52 minutos.

Pouco depois do golo sofrido, Pedro Martins, que deixou o guarda-redes José Sá no banco de suplentes, lançou o avançado Daniel Podence e o médio Konstantinos Fortounis, ambos aos 56 minutos, e seria precisamente o internacional grego a ter nos pés o apuramento para as meias-finais, mas acabou por falhar uma grande penalidade, a quatro minutos do final.

O outro português do plantel do Olympiacos, Gil Dias, não foi opção para esta partida. O recordista de troféus da Taça da Grécia, com 27, fica, assim, fora da competição, enquanto o Lamia apurou-se, pela primeira vez, para as ‘meias’.