A bolsa de Nova Iorque fechou esta terça-feira no vermelho com o Dow Jones Industrial a retroceder 0,05% num dia em que os investidores continuaram pendentes das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

O fecho negativo refletiu sobretudo perdas das empresas industriais e tecnológicas.

No final de sessão em Wall Street, o Dow Jones caiu 13 pontos, menos de 0,1%, para 25.806, enquanto o Nasdaq perdeu 0,02% para 7.576.

O índice S&P 500 escorregou 3 pontos, 0,1%, para os 2.789.

Depois de abrir a sessão em baixa, Wall Street oscilou, ao longo do dia, entre o vermelho a verde, terminando a sessão com perdas ligeiras.

Os investidores continuaram na expectativa de novidades sobre as conversações entre Washington e Pequim, depois do otimismo com que se iniciou a semana por causa de informações que apontavam que as duas potencias estariam a finalizar um acordo comercial.

Na segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque já tinha fechado com perdas, depois de conhecidos os dados fracos sobre a economia dos Estados Unidos.

Hoje, continuou na expectativa e com dificuldades para estabelecer um rumo claro.

A maioria dos setores acabaram o dia no vermelho, com as perdas mais significativas para o industrial (-0,64%), matérias primas (-0,51%) e financeiro (-0,33%).

Por outro lado, as subidas foram lideradas pelas empresas de serviços de comunicação, como uma subida de 0,73 %, seguidas das imobiliárias, com 0,26 %.