481kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Dois golfinhos mutilados deram à costa nas praias de Santa Cruz

Este artigo tem mais de 3 anos

Mamíferos deram à costa sem a cauda mas desconhecem-se as causas dessas mutilações. Mistério adensa-se por no início do ano terem aparecido no mesmo local três golfinhos nas mesmas circunstâncias.

Animais encontrados sem barbatanas caudais
i

Animais encontrados sem barbatanas caudais

Facebook

Animais encontrados sem barbatanas caudais

Facebook

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Durante o fim de semana dois golfinhos deram à costa nas praias de Santa Cruz, em Torres Vedras. De acordo com o Jornal de Mafra, um foi encontrado na praia de Mirante e o outro na praia da Mexilhoeira. Os dois corpos encontravam-se sem barbatana caudal. Para já, desconhecem-se as causas da morte e das mutilações sofridas por aqueles mamíferos.

Imagens desta tragédia já foram partilhadas na rede social Facebook.

Não é a primeira vez que os corpos sem vida destes mamíferos dão à costa naquelas praias do concelho de Torres Vedras. Já no mês de janeiro três golfinhos foram encontrados nas praias de Santa Cruz, também com as barbatanas caudais cortadas.

Catarina Gaia, a utilizadora do Facebook que publicou este fim-de-semana imagens dos corpos dos golfinhos encalhados, disse ao Jornal de Mafra que já tinha dado conta da mesma situação em janeiro. Os mamíferos estavam a “ficar num estado terrível” pelo tempo excessivo que permaneceram em terra, disse ao órgão local.

Catarina Gaia diz tentou então contactar as autoridades para que tomassem conta da situação. A Capitania de Peniche não atendeu ao pedido e Catarina contactou a GNR de Santa Cruz que também não conseguiu obter resposta da Autoridade Marítima. O caso acabou por ser divulgado pelo Jornal de Mafra que também não conseguiu obter respostas da Capitania de Peniche.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.