Oito pessoas ficaram feridas na sequência de um acidente rodoviário de um autocarro que chocou contra o terminal fluvial do Barreiro, no final de tarde desta segunda-feira, confirmou fonte da Proteção Civil ao Observador. Há duas pessoas em estado grave: o motorista do autocarro, um homem de 54 anos, e uma criança de sete, revelou o INEM no Twitter. O alerta foi dado às 19h45.

O motorista foi internado no Hospital Garcia de Orta, em Almada, e a criança, que já teve alta, foi levada para o Hospital do Barreiro. As restantes seis vítimas já foram todas hospitalizadas, não havendo feridos no local. São três homens e três mulheres, “com idades compreendidas entre os 20 e os 52 anos”, escreve o INEM no Twitter, adiantando que todos estes seis feridos leves foram transportados para o Hospital do Barreiro.

O autocarro dos Transportes Coletivos do Barreiro (TCB), um serviço municipalizado da autarquia barreirense, despistou-se, subiu o passeio e entrou na zona destinada à entrada e saída de passageiros do transporte fluvial. Para o local foram mobilizados 26 operacionais apoiados por 12 viaturas dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Publica, Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste, a VMER do hospital do Barreiro e a PSP.

Câmara do Barreiro abre inquérito para apurar causas do despiste de autocarro

A Câmara Municipal do Barreiro abriu um inquérito ao acidente “para perceber o que aconteceu”, segundo adiantou o presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa.

Ainda não sabemos dizer o que esteve na origem do acidente, mas vamos abrir um inquérito para perceber o que se passou. Trata-se de um autocarro com todas as condições e de um motorista com cerca de 30 anos de experiência”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa (PS).

O autarca, que esteve no local do acidente e se deslocou depois ao hospital do Barreiro para se inteirar da situação dos feridos, elogiou a intervenção rápida das duas corporações de bombeiros do concelho e da PSP. “Foi uma intervenção rápida e foi possível, em pouco tempo, fazer a triagem dos feridos no local e encaminhar para o hospital. A informação que me deram sobre o motorista é que ficou encarcerado, foi estabilizado no local e não corre risco de vida”, salientou.