Guiné Equatorial

PR da Guiné Equatorial inicia visita de três dias a Cabo Verde

Teodoro Obiang inicia, durante três dias, visita de estado a Cabo-Verde, na ilha de Santiago e São Vicente. Para esta visita está agendada a assinatura de acordos bilaterais de cooperação.

Trata-se de uma visita de Estado que levará Teodoro Obiang às ilhas de Santiago e São Vicente

TIAGO PETINGA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, inicia esta segunda-feira uma visita de três dias a Cabo Verde, prevendo a assinatura de acordos bilaterais de cooperação.

De acordo com uma nota da Presidência da República de Cabo Verde, trata-se de uma visita de Estado que levará Teodoro Obiang às ilhas de Santiago e São Vicente.

O primeiro dia desta visita de Estado, que se insere no quadro das relações bilaterais entre os dois Estados, ambos pertencentes à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), prevê um encontro entre os Presidentes da Guiné Equatorial e de Cabo Verde, na cidade da Praia, na ilha de Santiago.

Seguir-se-á um encontro entre as duas delegações, chefiadas pelos respetivos ministros dos Negócios Estrangeiros, e uma visita de cortesia ao primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.

À noite, o Presidente de Cabo Verde oferece um banquete a Teodoro Obiang no Palácio da Presidência da República.

O segundo dia da visita começa com uma receção no Palácio da Assembleia Nacional, seguindo-se uma visita ao Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI) e o Data Center.

À tarde, a comitiva desloca-se à Cidade Velha, para um percurso guiado com o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, antes de uma visita ao Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) e à Escola de Hotelaria e Turismo.

Para esse dia está agendada a assinatura de acordos bilaterais de cooperação.

Na quarta-feira, último dia da visita, a delegação presidencial da Guiné Equatorial desloca-se à ilha de São Vicente, onde será recebida pelo presidente da Câmara Municipal.

Segue-se um encontro de trabalho com o ministro da Economia Marítima e visitas ao Centro Oceanográfico e ao antigo ISECMAR.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Europeias

Não há eleições europeias /premium

João Marques de Almeida

O parlamento europeu serve sobretudo para reforçar o poder dos grandes países, cujos partidos dominam os grupos políticos e, principalmente, as comissões parlamentares se fazem as emendas legislativas

Política

O caso Berardo e o regresso a Auschwitz

Luís Filipe Torgal

A psicologia de massas, manipulada pelos novos cénicos «chefes providenciais», vai transfigurando a história em mito, crendo num «admirável mundo novo», depreciando a democracia, diabolizando a Europa

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)