Um passageiro britânico da RyanAir foi proibido de voltar a voar com a companhia aérea depois de uma série de desacatos num voo entre Manchester, no Reino Unido, e as Ilhas Canárias, em Espanha. O Manchester Evening News explica que durante o voo o homem tentou abrir a porta do avião, atacou passageiros e tripulantes e ameaçou matar todas as pessoas a bordo — como é visível num vídeo divulgado por outro passageiro online.

A tripulação do voo era espanhola, não conseguindo comunicar com o homem, de acordo com a mesma publicação. Frustrado, terá chegado a tentar atacar uma das hospedeiras de bordo com um extintor. Quando outros passageiros tentaram intervir, o homem mordeu e arranhou quem se aproximava, relata o The Mirror.

O incidente terá durado cerca de 45 minutos terminando com o homem imobilizado no chão da aeronave, a gritar uma série de ameaças: “Eu vou literalmente lutar com todos vocês e matar-vos a todos […] Trabalham na m**** de um aeroporto. Eu cresci em Little Lever, Bolton, e vou defender-me”.

Disse, ainda, que prometia queimar a casa do homem que o mantinha preso, desafiando-o repetidamente a agredi-lo, para que pudesse ripostar.