A Coreia do Sul anunciou ter planos para o desenvolvimento de uma nova geração de robôs militares, capazes de imitar os movimentos de animais. Os primeiros biobots, aparelhos inspirados em criaturas reais, deverão ser implementados em 2024, noticiou agência nacional, a Yonhap. Os sul-coreanos estão convencidos de que estes novos robôs serão decisivos para a guerra no futuro.

Numa primeira fase, biobots inspirados em pássaros, insetos e criaturas marinhas serão utilizados em operações de reconhecimento e para fornecer informações sobre as forças inimigas. Os sul-coreanos planeiam, também, construir robôs semelhantes a cobras, que serão capazes de entrar em áreas de difícil acesso. De acordo com o The Telegraph, além de participarem em exercícios militares, os biobots poderão ser utilizados em operações de salvamento e para trabalhar em zonas afetadas por desastres naturais.

O exército da Coreia do Sul decidiu procurar inspiração nos animais devido à sua adaptação natural ao meio envolvente. Para a construção destes robôs, os militares planeiam trabalhar com empresas nacionais, que se encontram entre as mais avançadas na área da inteligência artificial.

Além da modernização dos mecanismos militares, o investimento na robótica por parte da Coreia do Sul poderá estar relacionado com a diminuição no número de nascimentos, que, no futuro, colocarão em causa o número de jovens disponíveis para o serviço militar obrigatório, que pode chegar aos 24 meses, explicou o The Telegraph.