Museus

Museu Vieira da Silva inaugura exposição intimista para recordar Sophia

534

Uma exposição com obras de Sophia de Mello Breyner e do casal Arpad Szenes e Maria Helena Vieira da Silva é inaugurada esta quarta-feira no Museu Arpad Szénes-Vieira da Silva, em Lisboa.

O centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner assinala-se a 06 de novembro de 2019

Manuel Almeida/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

Uma exposição intimista com obras que pertenceram à poeta Sophia de Mello Breyner (1919-2004) é inaugurada esta quarta-feira para celebrar o centenário do seu nascimento no Museu Arpad-Szénes-Vieira da Silva, em Lisboa.

Centrada na relação entre a escritora e o casal de artistas Arpad Szenes (1897-1985) e Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992), a exposição reúne gravuras, desenhos e aguarelas, correspondência e documentação variada, segundo o museu.

“Olhares Mútuos: Maria Helena Vieira da Silva e Sophia de Mello Breyner Andresen” acede ao núcleo de obras de Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes presentes na coleção privada de Sophia de Mello Breyner, hoje em posse dos seus filhos.

A exposição tem curadoria de Marina Bairrão Ruivo e Sandra Santos, e reúne gravuras que serviram para ilustrar obras poéticas, desenhos e aguarelas dedicados ou inspirados na figura da poeta, prosa e poesia que se inspiram na pintura dos artistas, correspondência, e outra documentação vária.

“Os olhares mútuos entre as duas, a profunda atenção com que ambas fruíram a obra uma da outra, em evidente diálogo, acabam por realçar as afinidades existentes nos respetivos processos criativos. A memória do 25 de Abril, firmada em cartaz por Vieira da Silva a convite de Sophia de Mello Breyner, tornou-se icónica, e é ainda a imagem referência quando se quer ilustrar Abril de 1974”, recordam as curadoras num texto sobre a mostra.

“A visão de Sophia foi saber que estava em Vieira a capacidade de condensar em dois cartazes o êxtase que nasce da liberdade de expressão. Apátrida durante quase 30 anos, Vieira pôde finalmente voltar a ser portuguesa, ainda que de nacionalidade francesa, num registo que saiu do circuito mais restrito e elitista das salas de exposição para invadir as ruas, as montras e as paredes das casas portuguesas”, lembram, no texto.

Também está previsto, hoje, antes da inauguração da exposição, o lançamento do livro constituído pelo que, de principal, Sophia de Mello Breyner Andresen escreveu sobre a Antiguidade Clássica, intitulado “O Nu na Antiguidade Clássica”.

A edição é coordenada e organizada por Maria Andresen de Sousa Tavares, responsável também pela seleção dos poemas e respetivas notas, e tem prefácio de José Pedro Serra.

Com esta exposição, que irá ser inaugurada às 18:30, e permanece no museu até 21 de julho, a Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva associa-se às comemorações do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner.

O centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner assinala-se a 06 de novembro de 2019.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)