O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou a minimizar os recentes lançamentos de mísseis de Pyongyang, reiterando a sua confiança no líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Coreia do Norte disparou algumas armas pequenas, o que perturbou alguém da minha equipa, mas não a mim. Estou confiante que Kim irá manter a promessa que me fez”, escreveu no Twitter o chefe de Estado norte-americano, que está em visita oficial ao Japão.

Na mesma publicação, Trump saudou as recentes críticas da Coreia do Norte ao antigo vice-Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acusado por Pyongyang de ser um “tolo de baixo QI”.

A Coreia do Norte lançou vários mísseis de curto alcance a 4 e 9 de maio, em testes supervisionados pelo líder norte-coreano. Para alguns países, incluindo o Japão, as manobras violaram as resoluções da ONU.

A mesma opinião foi expressa no sábado pelo conselheiro para a segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, que deixou claro que “não há dúvidas” de que os lançamentos de mísseis “violaram as resoluções das Nações Unidas”.

Na segunda-feira, Trump será o primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão, Naruhito (Foto: BRENDAN SMIALOWSKI/AFP/Getty Images)

O presidente norte-americano iniciou no sábado uma visita oficial ao Japão, com uma agenda focada no reforço das relações bilaterais e no impasse das negociações com a Coreia do Norte. Durante a visita, Trump assistiu a um combate de lutadores de sumo, ao lado da mulher, Melania Trump, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe. No final do combate, o presidente norte-americano entregou o troféu ao vencedor da competição.

Na segunda-feira, Trump será o primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão, Naruhito, que subiu ao trono no dia 1 de maio na sequência da abdicação do seu pai, o agora imperador emérito Akihito.