Mais uma final, mais um ouro: depois da medalha de bronze em K1 500 e do “anormal” quarto lugar em K1 1.000, Fernando Pimenta terminou da melhor forma a Taça do Mundo II em canoagem, que se realizou entre sexta-feira e domingo na cidade alemã de Duisburgo, ao conquistar o primeiro lugar na corrida decisiva em K1 5.000.

Numa prova com um total de 40 canoístas, que fechou esta Taça do Mundo II, o português ganhou com o tempo de 19.39,656, à frente do alemão Max Hoff (19.40,854) e do sueco Joakim Lindberg (19.46,831).

Curiosamente, esta medalha do canoísta do Benfica surge uma semana depois de ter falhado a final de K1 5.000 na Taça do Mundo I em Poznan (algo que acontecera apenas uma vez na sua carreira, num mundial de maratona júnior) por ter sido abalroado numa das saídas que tinha de fazer com o barco. “Partiram-me o leme e a pagaia e ainda fiquei magoado”, explicou no dia seguinte a ter ganho as finais de K1 1.000 e K1 500 na competição polaca.

Esta foi a quinta medalha de ouro que Pimenta ganhou em Taças do Mundo em K1 5.000, depois de ter vencido em 2011 (Racice), 2015 (Montemor-o-Velho), 2016 (Duisburgo) e 2018 (Szeged). A isso acrescenta ainda, ainda na disciplina de K1 5.000, mais três pratas em Milão (2014) e Montemor-o-Velho (2016 e 2017) e um bronze em Poznan (2011). Ao todo, o português soma um total de 31 medalhas em Taças do Mundo, com 13 ouros, dez pratas e nove bronzes.

Fernando Pimenta é um dos atletas portugueses com mais triunfos de sempre em termos internacionais. Durante e depois das 11 medalhas em Campeonatos da Europa e do Mundo de Juniores e Sub-23 entre 2007 e 2012 (três de ouro, três de prata e cinco de bronze), o atleta de Ponte de Lima já conseguiu uma medalha nos Jogos Olímpicos (prata, em K2 1.000 com Emanuel Silva); oito medalhas em Mundiais (três de ouro, três de prata, duas de bronze); 16 medalhas em Europeus (cinco de ouro, cinco de prata, seis de bronze); e duas medalhas nos Jogos Europeus (ambas de prata, em 2015). A isso junta ainda várias dezenas de vitórias e pódios nas competições de âmbito nacional, nomeadamente os Campeonatos Nacionais.