O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, vai ser condecorado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esta quarta-feira. A notícia foi avançada pelo jornal ECO e confirmada pelo Observador junto de fonte da Presidência da República.

Draghi, que termina o seu mandato daqui a quatro meses, está em Sintra a participar no Fórum do BCE. Será no final deste evento, na quarta-feira, que a cerimónia de condecoração terá lugar, pelas 19h.

Marcelo Rebelo de Sousa já tinha trazido Mario Draghi a Portugal em 2016, quando o convidou para participar numa das reuniões de Conselho de Estado. À altura, Marcelo classificou como “importante” a vinda do Presidente do BCE . “Pelo papel que tem o banco no quadro das instituições europeias e porque é fundamental que nós tenhamos a noção de que o que se passa económica e financeiramente em Portugal tem a ver com o que se passa na Europa. E é bom que o Presidente do Banco Central Europeu tenha a noção exata daquilo que se passa em Portugal”, disse à altura o Presidente da República.

O italiano Mario Draghi está à frente do BCE desde 2011. O seu mandato na instituição ficou marcado pelas crises das dívidas soberanas de vários países europeus, nomeadamente da Grécia. Em 2012, Draghi prometeu que faria “tudo o que for preciso” para salvar o Euro e, consigo à frente do Banco Central, o órgão adquiriu mais poder e mais influência para ajudar a combater a crise económica em solo europeu, promovendo medidas como o Quantitive Easing.