A Doppio, uma startup portuguesa especializada em jogos controlados por voz, fechou uma ronda de investimento seed (fase inicial) no valor de um milhão de euros para aumentar a sua equipa, conseguir lançar o seu segundo jogo no último trimestre deste ano e continuar o apoio ao seu primeiro projeto — o “The Vortex”. Em comunicado, a Doppio indica que esta ronda teve vários investidores, entre eles o Fundo Alexa, da Amazon, a Google, a Portugal Ventures e a Busy Angels.

“O investimento é um voto de confiança no grande potencial dos jogos conversacionais. Já existem milhões de dispositivos que permitem o controlo por voz, mas há poucos jogos que aproveitam as oportunidades únicas criadas pela tecnologia de voz”, explicou Jeferson Valadares, presidente executivo da Doppio Games, citado em comunicado.

Na Doppio, temos uma abordagem diferente. Ao juntar escritores fantásticos, ao criar mundos atraentes e ao construir um ambiente de jogos conversacionais com o apoio da IA [Inteligência Artificial], acreditamos que podemos criar experiências de jogos cativantes e populares que simplesmente não podem ser alcançadas noutro lugar”, acrescentou ainda o líder da Doppio.

Entre os investidores estão também figuras como Lasse Seppänen, da Supercell, Alexis Bonte, da Stillfront & Atomico e David Helgason, da Unity. A startup portuguesa foi fundada em abril de 2018 e foca-se inteiramente no desenvolvimento de jogos controlados por voz, estando incubada no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC).

O diretor do fundo Alexa destaca em comunicado o contributo da startup para a tecnologia de voz, uma vez que “foi das primeiras a reconhecer o seu potencial”. “Eles construiram um jogo atraente que aproveita as propriedades exclusivas do meio e que os clientes adoram”, referiu ainda Paul Bernard.

Fundada em 2018 por Jeferson Valadares e Christopher Barnes, a Doppio lançou o seu primeiro jogo em outubro do ano passado para a Amazon Alexa e em janeiro deste ano para o Google Assistant: o “The Vortex”. Trata-se de uma aventura de ficção científica onde o jogador acorda de um sono criogénico (um estado de suspensão da vida em que um ser humano é congelado) por um grupo de robôs. Para perceber como chegou àquela situação, o jogador precisa de comandar uma nave.