As vendas de veículos eléctricos estão a crescer na Europa e se o incremento não é muito evidente em termos absolutos, é-o em termos percentuais, com crescimentos consideráveis. Nos automóveis ligeiros de passageiros, a Renault e a Nissan dividiam entre si a primazia nas vendas. Isto até aparecer a Tesla com o Model 3 e desequilibrar o mercado. Entre os furgões comerciais a bateria, o crescimento é menor, mas consistente, com a vantagem de o fabricante norte-americano não se fazer representar.

A análise do volume de vendas da primeira metade do ano permite concluir que o Renault Kangoo Z.E., com bateria de 33 kWh, continua a liderar o mercado de forma esmagadora, mesmo quando se sabe que vem aí uma nova geração. Entre Janeiro e Junho, comercializou 4.491 unidades. Na segunda posição do ranking ficou o Nissan e-NV200, com bateria de 40 kWh, com 2.873 veículos.

A seguir aos construtores que integram a Aliança, surgem na tabela de vendas a Streetscooter Work, com 1.363 unidades, à frente do Renault Zoe Van (812) e do Peugeot Partner Electric (674).