O hotel onde Marcelo Rebelo de Sousa estava instalado nas férias em Portimão foi assaltado na madrugada deste domingo enquanto o Presidente da República dormia no interior. A notícia foi avançada pelo Correio da Manhã.

O assalto “sem recursos a armas”, descreve o Grupo Pestana, foi confirmado ao Correio da Manhã em comunicado enviado pelo Movimento Zero — um grupo criado em maio deste ano e composto por militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP) — e por uma fonte da GNR.

Um homem encapuzado ameaçou os funcionários do Hotel Pestana Alvor Praia e roubou 240 euros de um cofre no edifício. Nem Marcelo, nem qualquer outro cliente terão dado pelo assalto, garantiu fonte do Grupo Pestana ao Correio da Manhã.

A assessoria do Presidente da República também confirmou o incidente ao jornal. Entretanto, Marcelo Rebelo de Sousa já terminou as férias e regressou a Lisboa.