Rádio Observador

Tesla

Musk goza com Turbo do Taycan e diz que vai a Nürburgring

492

Depois de estar constantemente presente nos comentários da Porsche em relação ao Taycan, a Tesla decidiu responder. Não só Musk brincou com a denominação Turbo, como prometeu ir a Nürburgring.

O Taycan foi revelado, estando previsto que a produção arranque ainda em Setembro, para que as primeiras unidades cheguem aos clientes antes do final do ano. Contudo, ao longo destes últimos três anos, apesar de a marca alemã alegar que a Tesla não é a sua rival, foi “apanhada” em diversas ocasiões a comparar os protótipos do seu primeiro eléctrico com o Model S, chegando mesmo ao ponto de Oliver Blume, o CEO, ter afirmado que “ninguém irá falar da Tesla a partir de Setembro”.

Depois desta prova de confiança no seu novo veículo, por parte de Blume, Elon Musk, o seu homólogo na Tesla, sentiu necessidade de devolver umas bolas para o campo do adversário. Começou com um tweet a gozar com o facto de a Porsche ter utilizado no primeiro veículo eléctrico a mesma terminologia com que sempre caracterizou os seus modelos a gasolina e a gasóleo, apelidando-os Turbo e Turbo S.

No dia seguinte, Musk voltou à carga, anunciando que o “Model S estará no Nürburgring na próxima semana”. Este tipo de batalhas entre fabricantes é divertida, especialmente para os fãs de um e de outro construtor.

Cá estaremos para ver quem é o mais rápido, apesar do reduzido impacto que esse recorde terá junto dos compradores de veículos eléctricos. Tanto mais que, como marca desportiva que é, a Porsche tem obrigação de vencer estas “guerras”, especialmente por se bater com um adversário cujo interior pode acolher cinco adultos, mais duas crianças, e o dobro da capacidade em bagagens.

O Porsche é menos rápido de 0-100 km/h e menos veloz (ainda que ligeiramente), sendo o Taycan ainda mais pesado e mais caro, ao ser proposto quase pelo dobro do preço do Model S. A marca alemã reclama a capacidade de realizar 30 arranques consecutivos e anunciou o recorde na pista alemã, pelo que a Tesla pode responder-lhe ou, em alternativa, concentrar-se na evolução do Autopilot, do sistema Summon de estacionamento autónomo e em todas as ajudas à condução e de entretenimento, pois deverá ser isso que os clientes desta classe de veículos mais valorizam. Isso e autonomias superiores. Neste ponto em concreto, o melhor dos Taycan anuncia menos 43% da autonomia do que o mais potente dos Model S.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt
Minas

O lítio. Contra a desinformação marchar, marchar!

Filipe Anacoreta Correia
738

A extração do lítio não representa um retorno elevado e a acontecer seria o mais grave atentado à riqueza do nosso país: o desenvolvimento sustentável e a preservação do seu património natural.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)