“Dois anos antes de sair de casa o meu pai disse à minha mãe que eu era muito feia. A frase foi dita em surdina, no apartamento que os meus pais, recém-casados, compraram no Rione Alto, no cimo da Via San Giacomo dei Capri. Tudo — o espaço de Nápoles, a luz azul de um fevereiro muito frio, aquelas palavras – permaneceu imutável. Mas eu escapei, e continuo a escapar-me, por entre estas linhas que deviam destinar-se a dar-me uma história mas de facto não são nada, nada de meu, nada que tenha realmente começado ou que tenha sido realmente levado a cabo: são apenas um nó emaranhado e ninguém, nem sequer ela que está neste momento a escrever, sabe se contêm o fio certo para uma história ou se são apenas uma confusão resmungada de sofrimento, sem redenção.”

Eis o primeiro parágrafo do novo romance de Elena Ferrante, que será publicado em Itália no próximo dia 7 de novembro, anunciou esta segunda-feira a italiana Edizioni E/O . É a primeira vez em cinco anos que a autora, que escreve sob pseudónimo e assinou entre 2011 e 2014 aquela que ficou conhecida como tetralogia napolitana, publica um romance.

Apesar de nenhuma das editoras ter revelado o título do novo livro, a publicação do primeiro parágrafo já desvendou a localização de pelo menos parte da nova narrativa. Tal como na tetralogia iniciada com “A Amiga Genial”, que conta ao longo de várias décadas (a começar nos anos 50) a história de amizade e rivalidade de Lila e Lenù, a ação do novo romance da escritora italiana passa-se em Nápoles, cidade no sul de Itália onde até já se organizam visitas guiadas ao universo criado por Ferrante.

Desde os quatro romances com que alcançou a fama (“A Amiga Genial”, “História do Novo Nome”, “História de Quem Vai e de Quem Fica” e “História da Menina Perdida”) e vendeu mais de 10 milhões de cópias em 40 países, Elena Ferrante publicou apenas um livro. Em “A Invenção Ocasional”, a escritora cuja identidade permanece um mistério, reúne os 51 textos que publicou durante um ano menos uma semana no britânico The Guardian.

O anúncio da publicação do novo romance surge numa altura em que foi anunciada a segunda temporada da série homónima da HBO.