O antigo defesa internacional costa-riquenho Ronald González foi designado selecionador da Costa Rica, anunciou esta terça-feira a federação de futebol daquele país da América Central, em comunicado.

González, de 49 anos, que já ocupou o cargo de forma interina em três ocasiões, sucede ao uruguaio Gustavo Matosas, que se demitiu do comando da seleção da Costa Rica, alegando sentir-se “entediado” e “improdutivo”.

O novo selecionador da Costa Rica, que disputou o Mundial de 1990 como jogador, vai estrear-se frente ao Haiti, em 10 de outubro, e terá como objetivo orientar os ticos na fase de qualificação para o Mundial2022, no Qatar.