Os X5 e X6 da BMW revelaram finalmente as versões mais desportivas. E dizemos versões porque são duas, dado a marca não se ter limitado a introduzir apenas uma versão M, para ambos os modelos, avançando igualmente para a M Competition, a mais agressiva em termos estéticos e no que respeita à mecânica.

Não faltam SUV muito potentes no mercado, mas a BMW fez questão de alinhar pelos melhores. Assim, puxou o seu motor 4.4 V8 biturbo até aos 600 cv, para a versão M, e 625 cv, para a M Competition, fornecendo em ambos os casos 750 Nm.

21 fotos

Comparando o X5 M Competition com o Cayenne Turbo (existe uma versão mais possante, mas é PHEV e usufrui dos serviços de um motor eléctrico com 136 cv e uma bateria com apenas 14,1 kWh), o BMW oferece 625 cv contra 550 cv do Porsche, o que depois se traduz nuns 0-100 km/h em 3,8 segundos para o SUV de Munique e 4,1 segundos para o de Estugarda.

A caixa de velocidades é sempre a M Steptronic,  automática com oito velocidades, para o sistema de transmissão integral colocar mais potência nas rodas traseiras, visando optimizar o comportamento, o que será mais evidente em utilização desportiva e, sobretudo, no modo de condução mais exuberante.