O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve na terça-feira em Fafe uma mulher suspeita de angariar e explorar cidadãs estrangeiras para a prostituição.

Em comunicado esta quarta-feira divulgado, o SEF adianta que foram realizadas várias operações de combate ao auxílio à imigração ilegal, tráfico de pessoas para exploração sexual e lenocínio, que terminaram na detenção da principal suspeita de angariar e explorar cidadãs estrangeiras para a prostituição.

As ações de fiscalização, que decorreram no norte do país — Vila do Conde, Póvoa do Varzim, Viana do Castelo e Fafe — incluíram seis buscas domiciliárias, nas quais foram identificados vários cidadãos estrangeiros, cinco dos quais foram detidos por estarem ilegais em Portugal.

A nota refere ainda que nas buscas foram apreendidas elevadas quantias de dinheiro, vários documentos que traduzem o modus operandi adotado, as atividades de favorecimento na entrada e permanência ilegal de cidadãos estrangeiros no país e os lucros avultados que obtinham.