O Presidente dos EUA, Donald Trump, disse esta segunda-feira que pondera divulgar partes do vídeo da operação que levou à morte do líder do Estado Islâmico pelas tropas norte-americanas na Síria.

Num discurso televisivo ao país, no domingo, Trump já tinha feito um relato pormenorizado da operação militar que conduziu ao encurralamento do líder do Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, que acabaria por se fazer explodir com um cinto armadilhado, no interior de um túnel numa montanha no noroeste da Síria.

Esta segunda-feira, em declarações aos jornalistas, o Presidente disse que está a pensar divulgar imagens de vídeo que retratam os minutos finais do líder do EI e o sucesso da operação militar que o Presidente acompanhou em direto a partir da Casa Branca.

“Ele não morreu como um herói. Morreu como um covarde”, disse Donald Trump, relatando o momento em que al-Baghdadi se refugiou num túnel sem saída “gemendo, chorando e gritando”, na versão do Presidente norte-americano.