Jorge Jesus está em risco de não poder estar no banco na final da Taça Libertadores, contra o River Plate, em Santiago do Chile, por causa de um atraso de dois minutos no regresso da equipa do Flamengo do intervalo na meia-final contra o Grêmio, no Maracanã, noticia esta terça-feira o Jornal de Notícias.

Segundo a Globo, o Flamengo será julgado por dois episódios ocorridos na última quarta-feira, no jogo contra o Grêmio.

O técnico do Flamengo, Jorge Jesus, terá de responder pelo atraso de dois minutos da equipa no regresso do intervalo, pois a responsabilidade deste tipo de infração pode ser atribuída ao treinador da equipa em causa. A punição pode ser uma advertência por escrito ou até um jogo de suspensão.

A medida punitiva não é novidade, o ex-treinador do Flamengo, Abel Braga, também já foi impedido de comandar a equipa num jogo, por causa de um atraso no regresso de um intervalo.

O clube também responderá pela comemoração de Gabriel Barbosa que utilizou um cartaz de um adepto seu.