Pelo menos 23 pessoas morreram este domingo após a queda de um avião sobre um bairro da cidade de Goma, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), informaram as autoridades locais.

Contabilizamos “23 corpos até ao momento”, indicou o coordenador da proteção civil de Goma, Joseph Makundi, em declarações à Agência France Presse (AFP).

Um funcionário do aeroporto de Goma, Richard Mangolopa, já tinha afirmado que estavam a bordo do avião 19 pessoas, entre as quais 17 passageiros e dois tripulantes.

O avião privado, que pertencia à empresa congolesa Busy Bee, caiu após a descolagem sobre um bairro densamente povoado da cidade de Goma.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A pequena aeronave do tipo Dornier tinha como destino a cidade de Beni, que fica a 350 quilómetros ao norte de Goma, de acordo com um funcionário da empresa aérea.

A administração da companhia aérea aguarda os resultados de uma análise técnica realizada por uma equipa de campo.

A Busy Bee é uma empresa recente que possui três aeronaves para as regiões de Beni e Butembo, na província do Kivu do Norte.