O diretor desportivo do Sporting, Hugo Viana, foi esta terça-feira suspenso por um mês por palavras dirigidas ao árbitro Artur Soares Dias, que apitou a vitória dos leões frente ao Moreirense (1-0), em jogo da I Liga de futebol.

Segundo o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), esta terça-feira publicado, o antigo jogador vai pagar uma multa superior a mil euros pelas palavras que dirigiu a Soares Dias, a quem também tocou no peito, segundo o relatório.

O incidente ocorreu durante o intervalo do encontro da 13.ª jornada da I Liga, disputado no domingo, com o resultado ainda 0-0, num momento em que Viana se encontrava numa zona técnica, questionando depois um eventual lance de penálti.

O mapa contém ainda uma suspensão de oito dias para o presidente da SAD do Leixões, Paulo Lopo, também por palavras dirigidas à equipa de arbitragem, na derrota caseira com o Académico de Viseu (1-0), na 12.ª jornada da II Liga.

Nesse jogo, também o diretor desportivo, André Castro, foi punido com 15 dias por protestos junto dos oficiais do encontro, com Luís Silva, expulso por uma cotovelada num adversário, a cumprir dois jogos de castigo.

No capítulo dos processos sumários do relatório, nota para a requisição do relatório de policiamento do Belenenses-FC Porto (1-1), uma vez que é “indispensável esclarecer o conteúdo dos relatórios dos árbitros e dos delegados da Liga Portuguesa de Futebol Profissional”.

A imprensa desportiva noticiou esta terça-feira uma altercação entre o treinador dos dragões, Sérgio Conceição, e o da equipa de Belém, Pedro Ribeiro, já no túnel de acesso aos balneários.