Os Óscares já se avistam lá ao fundo (dia 9 de fevereiro), mas pelo caminho há uma mão cheia de cerimónias e premiações que formam uma espécie de carreirinho de migalhas até à grande noite. Os Critics’ Choice Awards foram uma delas. Na noite de domingo, em Santa Mónica, dezenas de estrelas juntaram-se a ouvir o veredito dos críticos no que à produção de cinema e televisão diz respeito. A lista de vencedores, tal como os visuais que desfilaram na passadeira vermelha, não trouxe surpresas.

Sem qualquer rasgo de originalidade extra no evento, Zendaya foi uma das figuras mais impactantes da noite. Em rosa choque, o conjunto de duas peças assinado por Tom Ford quebrou a formalidade de uma noite de gala, ao mesmo tempo que pôs a tónica no estilo leve e fresco da protagonista de “Euphoria”. Jennifer Lopez, outra das convidadas, quis passar mais despercebida, depois dos grandes laços que não a favoreceram na noite dos Globos de Ouro. A cantora e atriz optou antes por apontamentos de brilho num vestido desenhados por George Hobeika. No campeonato das lantejoulas, ganhou Anne Hathaway, com uma criação dourada Versace.

Nicole Kidman e Charlize Theron durante a cerimónia dos Critics’ Choice Awards © Michael Kovac/Getty Images for Champagne Collet

Na liga das sempre elegantes, destacam-se as escolhas seguras de Nicole Kidman, Renée Zellweger e Phoebe Waller-Bridge, a primeira em Armani e as duas últimas em Dior. O que tiveram em comum? As três escolheram vestidos pretos para pisar a red carpet. Charlize Theron optou por um visual menos formal, da marca Celine, Laura Dern formou com Rachel Brosnahan e Alison Brie o trio cor de laranja da noite. Curiosa mas bem-sucedida foi a ecolha da atriz Gwendoline Christie, que escolheu um fato masculina Dior.

Na lista de vencedores, “Era Uma Vez em… Hollywood” conquistou o prémio de melhor filme. O de melhor ator foi para Joaquin Phoenix, pela prestação em “Joker”, enquanto o de melhor atriz foi para Renée Zellweger, pelo filme “Judy”. Brad Pitt e Laura Dern conquistaram as categorias secundárias, enquanto o prémio de melhor realizador foi dividido entre Bong Joon Ho e Sam Mendes pelos filmes “Parasitas” e “1917”.

Robert De Niro e Al Pacino com o prémio de melhor elenco, o único conquistado pelo filme “The Irishman” © Steve Granitz/WireImage

Do lado da televisão, “Succession” conseguiu o prémio de melhor série de drama, com Jeremy Strong a sagrar-se melhor ator com a mesma produção. “Watchmen” valeu a mesma distinção a Regina King. “Fleabag” ganhou o prémio de melhor série de comédia e Phoebe Waller-Bridge o de melhor atriz na mesma categoria. Bill Hader foi distinguido como melhor ator, pela série “Barry”.

Na fotogaleria, veja os visuais da estrelas na passadeira vermelha dos Critics’ Choice Awards.