A organização do festival de música Rock in Rio Lisboa revelou esta terça-feira a programação de um dos seus palcos, o Galp Music Valley, para a próxima edição. O palco vai funcionar durante os quatro dias de concertos — 20, 21, 27 e 28 de junho —, incluirá “pool parties [festas na piscina], festas, DJ sets e concertos” e funcionará “entre as 12h e as 2h”.

No primeiro dia de concertos, 20 de junho, para o qual estão confirmados concertos de Camila Cabello, The Black Eyed Peas, Ivete Sangalo e David Carreira, a tarde no palco começará com “uma Roda de Samba que recebe os primeiros festivaleiros”, prosseguindo depois com aulas de baile funk, “as I Love Baile Funk Dance Classes, para todos os que quiserem entrar no clima e aprender uns moves de funk”, como se lê em comunicado. Junto à piscina, haverá ao final da tarde “música ao vivo de Cafuné, seguido pelo DJ set do Rolézinho“. Até à noite, haverá ainda concertos de Bárbara Tinoco e IZA. O palco encerra com a festa I Love Baile Funk.

A 21 de junho, segundo dia de concertos mais direcionado para a sonoridade rock (estão confirmadas atuações de Liam Gallagher, The National e Foo Fighters), o palco Music Valley recebe três bandas internacionais, os El Columpio Asenino, os Ego Kill Talent e os Doctor Pheabes, os portugueses The Black Mamba e, mais surpreendentemente, os norte-americanos Incubus. A noite encerra ao som da música eletrónica do produtor e DJ português Xinobi.

Na semana seguinte, o dia 27 de junho, ainda sem concertos anunciados para o palco principal, contará com “um concerto especial” dos portugueses Delfins, que — agora regressados — celebram os seus “35 anos de carreira”, segundo o comunicado. Ainda no mesmo dia, há atuações do brasileiro Ney Matogrosso e da banda de homenagem a António Variações, fundada originalmente para participar num filme biográfico sobre o músico.

No encerramento do festival, a 28 de junho, paralelamente aos concertos de Anitta e Post Malone no palco principal, será possívelainda ouvir  muito hip-hop, com Sam the Kid & Mundo SegundoPlutonioProjota e o grupo GROGNation. O destaque internacional vai para a emergente cantora brasileira Giulia Be.