O FC Porto, através do diretor de comunicação Francisco J. Marques, respondeu esta noite às declarações de Luís Filipe Vieira, assegurando que os azuis e brancos irão dar a resposta em campo entre outras “farpas” ao presidente do Benfica, que falou no ambiente de coação sentido pelos encarnados no último clássico, no Dragão.

“Se o penálti fosse contra o FC Porto, a pastelaria de Artur Soares Dias estaria aberta no dia de hoje?”, questiona Vieira

“Só para tranquilizar os adeptos que nos têm contactado, não é verdade que algum ladrão nos tenha levado o camião no último fim de semana. Respondemos dentro de campo, tal como na primeira volta. Confiança total nos nossos treinadores e jogadores”, escreveu no Twitter o responsável dos azuis e brancos. “Bonecos enforcados é sempre uma idiotice, mas convém olhar ao pecado original, porque não é só feio quando supostamente é feito por adeptos do FC Porto. Pior, muito pior, é um adepto estar a ser julgado por matar outro. Não é do FC Porto, é do Benfica. E não é a primeira vez”, acrescentou na mesma rede pouco depois. “Já se sabia que havia oferta de convites, agora sabe-se que trocam SMS, um destes dias ainda vai dar jeito dizer que Luís Filipe Vieira não tem nada a ver com o Benfica”, referiu, no terceiro tweet em cerca de uma hora.

Antes, através de um comunicado colocado no site oficial do clube, o FC Porto tinha comentado também o teor das recentes newsletters do Benfica, falando numa possível falta de confiança no técnico e nos jogadores.

“Consideramos que este expediente de condicionamento pré match prossegue agora em sucessivas tomadas de posição públicas do Benfica, reclamando, entre outras alarvidades, árbitros estrangeiros para o que resta do campeonato. Como a memória nestes casos é sempre curta, recordamos que na época passada, após a derrota que lhes infligimos na meia-final da Taça da Liga, o presidente do Benfica declarou (ou proclamou) que o árbitro desse jogo não poderia continuar em funções”, defendeu o texto dos azuis e brancos.

“É desta recordação que vive a atual novela, a qual, como é fácil ver, resulta no essencial da forma como o FC Porto venceu no sábado passado o Benfica com futebol e golos sem margem para qualquer dúvida, o que instalou na Direção do Benfica a dúvida sob a real capacidade do seu treinador e dos seus jogadores para o que resta do Campeonato, sejam os árbitros nossos concidadãos ou estrangeiros”, completou, anunciando uma queixa no seguimento de uma reportagem sobre a investigação ao clube por branqueamento de capitais e fraude fiscal.

FC Porto, Benfica e Braga investigados por fraude. Presidente Pinto da Costa já reagiu e diz que é uma “patranha”