GTD e GTI são duas siglas de peso para a Volkswagen, que nelas ancorou o sucesso das versões mais desportivas do Golf, conquistando quer os adeptos de motorizações a gasóleo quer os entusiastas das mecânicas a gasolina mais possantes. Fiel a esse princípio, a marca germânica prepara-se para completar a gama da oitava geração do Golf precisamente com as suas variantes mais performantes, que vão surgir lado a lado no stand da Volkswagen em Genebra.

A revelação do novo Golf GTD foi a primeira a merecer teaser, mas não foi preciso esperar muito mais pelo segundo teaser. Agora, do Golf GTI. Seja para acicatar a curiosidade, seja para amenizar a espera dos fãs desta versão, foi divulgada uma imagem da frente, o que nos leva a crer que será na secção dianteira que este Golf endiabrado se vai distinguir da restante família. Como seria de esperar, lá está a mítica sigla a vermelho, para que não restem dúvidas de que estamos perante um GTI. Uma fina tira de luz une os grupos ópticos em LED. A solução consegue ser elegante e, simultaneamente, enfatizar a largura, conferindo ao novo Golf GTI uma “cara” mais atrevida (como é suposto). Nota ainda para o pára-choques com um desenho distinto, onde se integram as luzes de nevoeiro, também elas com um peculiar design a tirar partido da tecnologia LED, para incutir uma presença mais marcante.

Sob o capot, o GTI vai contar com o 2.0 de 245 cv, a mesma potência do PHEV (Golf GTE). A tracção continua a ser à frente, com a marca a realçar que esta nova geração se mantém fiel ao ADN da sigla que enverga – sinónimo de diversão ao volante por um preço (relativamente) acessível.

Quanto ao interior, é expectável que cultive uma atmosfera mais desportiva, mas vamos ter de esperar para ver até que ponto conseguirá conciliar isso com a linha clean e virada para a digitalização em que a Volkswagen tanto aposta – até pela necessidade de adaptar aos novos tempos uma sigla com história. O novo capítulo que se abre fará do GTI o primeiro desportivo a ser capaz de comunicar com as infra-estruturas e com outros veículos, para quando tal for possível, fruto de integrar conectividade Cars2X.