Dark Mode 78,6 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Nightingale. O hospital para 4 mil pacientes que surgiu do nada em apenas duas semanas

Em Londres, o hospital de campanha Nightingale ficou praticamente pronto em duas semanas. Em Milão, Itália, foram preciso dez dias para transformar um centro de congressos.

i

Stefan Rousseau - WPA Pool/Getty Images

Stefan Rousseau - WPA Pool/Getty Images

Os primeiros planos para este hospital de campanha foram desenhados há cerca duas semanas. Agora, tão pouco tempo depois, aquilo que antes era um centro de conferências gigante transformou-se num hospital preparado para receber pacientes “muito doentes” infetados com o novo coronavírus e transferidos de outras unidades de Londres e do sul do país, escreve a Sky News.

Os casos emergentes serão levados, numa primeira instância, para os hospitais locais. Isto significa que pacientes com outras patologias, ainda que severas, e que exijam tratamento especializado não relacionado com a Covid-19, não serão tratados neste hospital improvisado.

Este hospital de campanha está a ser montado há duas semanas

Stefan Rousseau/PA Images via Getty Images

O National Healthcare System Nightingale está, neste momento, ocupado por centenas de pessoas encarregues dos preparativos finais — já na próxima semana a Costa Coffee daquele centro de conferências de 88.000 metros quadrados será convertido numa farmácia. A Sky News descreve como camiões vão descarregando ventiladores e outros equipamentos capazes de salvar vidas — os ventiladores vão constituir uma rede de oxigénio com cerca de seis quilómetros. O Nightingale está integrado na rede hospitalar do sistema de saúde nacional e, estando situado em Londres, é à capital que vai buscar os seus recursos.

Escreve a Sky News que o hospital em questão é “uma maravilha” não só logística, como também ao nível de engenharia. “Passou de uma folha em branco para um hospital totalmente operacional em menos duas semanas”, lê-se ainda. A sua conceção contou com a “experiência militar”, sendo que o ministro de Defesa inglês esteve envolvido e 200 militares trabalharam neste projeto. Quando estiver totalmente operacional, o hospital terá capacidade para receber 4 mil pacientes.

Situação semelhante aconteceu em Milão, Itália, com um centro de exibições a ser convertido num hospital em apenas 10 dias. O The Independent escreve que esta é a maior unidade de cuidados intensivos do país dedicada 100% ao novo coronavírus. Ainda no mês passado a Fiera Milano City recebeu a Fashion Week e inúmeros designers de renome internacionais, agora acolhe camas hospitalares equipadas com ventiladores.

O novo hospital que vai acomodar 200 pacientes que precisem de cuidados intensivos foi construído em sensivelmente 10 dias por 500 trabalhadores que se dividiram em dois turnos contínuos.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.