Mercedes CLA Coupé e Shooting Brake foram submetidos ao chamado teste do alce, prova que teve origem na Suécia justamente por aí muitos condutores serem surpreendidos pelo maior dos cervos do mundo, o que os obriga a reagir para evitar o embate. Como o teste permite aferir a resposta do veículo na necessidade de o condutor ter de guinar o volante para se desviar de um obstáculo inesperado, para depois voltar a guinar para regressar à sua faixa de rodagem, é considerado revelador da segurança oferecida. Ora, de acordo com o Km77, a nova geração do CLA desilude neste capítulo – o que pode trazer à memória o Classe A dos anos 90, que só conseguiu superar o teste depois de adoptar o controlo electrónico de estabilidade (ESP).

Os espanhóis submeteram duas carroçarias à prova, primeiro o Coupé e depois a Shooting Brake, estando ambos equipados com jantes de 19 polegadas e pneus 225/40 Turanza T005 da Bridgestone. O Coupé testado montava o quatro cilindros em linha a gasolina de 163 cv acoplado a uma caixa automática de sete velocidades, enquanto o CLA Shooting Brake recorria ao diesel de 150 cv associado a uma transmissão automática de oito relações. Ambas as cobaias eram tracção à frente, sendo a suspensão dianteira Tipo McPherson e a traseira de paralelogramo deformável com molas helicoidais.

4 fotos

O resultado foi mau, especialmente para o coupé. Segundo o site, foi impossível realizar a uma “passagem limpa” ao ritmo a que habitualmente decorre o teste, a velocidades entre os 70 e os 80 km/h. Foram precisas várias tentativas e passaram três condutores pelo volante, para ver quando é que finalmente o CLA deixaria de dar um chega para lá nos cones, ao invés de contorná-los (como é suposto). E tal desiderato só foi alcançado a 66 km/h, o que é pior do que o registado por modelos potencialmente menos ágeis nestas circunstâncias, como é o caso dos SUV, por possuírem uma maior altura ao solo. Mas o Jeep Compass, por exemplo, testado pelo mesmo órgão, conseguiu esquivar-se dos cones a 79 km/h.

De acordo com o Km77, a má exibição do CLA Coupé deveu-se sobretudo a uma insuficiente aderência das rodas da frente ao asfalto – explicação também apontada em relação à prestação da Shooting Brake, que se saiu melhor no teste do alce (71 km/h), mas sem impressionar os jornalistas, que assumem ter feito “mais do que o normal” até alcançar este valor sem derrubar cones.

O mesmo KM77 testou igualmente o Classe A, em 2018 e em condições similares o modelo percorreu a pista com o duplo S a uma velocidade de 74 km/h, sem tocar nos cones. De recordar que o Classe A partilha com o CLA grande parte da plataforma, suspensões e mecânicas, devendo contudo apresentar diferenças ao nível da distribuição de massas pelos dois eixos, ao ser consideravelmente mais curto atrás.