Gerir as tarefas domésticas, encontrar atividades divertidas para todos, manter as rotinas, as regras e os horários e, além de tudo isto, pôr as crianças a trabalhar com entusiasmo naquilo que a escola vai enviando. Não será exagerado dizer que os pais, por estes dias, se têm superado (mais ainda).

Não tendo um fim à vista para esta época de distanciamento social, está fora de questão deixar a escola para último plano. Os mais velhos têm uma série de disciplinas com conteúdos programáticos exigentes; os mais novos precisam de ser constantemente estimulados para que consigam consolidar o que tinham aprendido – e o que agora vão aprendendo. E que papel desempenham os pais neste processo? O mais crucial. É que além de poderem ensinar, estudar e acompanhar os filhos, podem também participar como agentes motivadores, que os ajudem a organizar-se neste período de tantas mudanças.

Para dar o empurrão certo, nada como uma lufada de ar fresco na decoração do escritório de casa. Com alguns elementos novos, é possível recriar um ambiente de aprendizagem semelhante ao de sala de aula e, já que os miúdos não podem ir à escola, pode a escola vir até eles. Com alguns apontamentos aqui e ali, criam-se novos espaços de trabalho que funcionam para todos e que permitem que se vivam dias menos caóticos e mais produtivos. A STAPLES decidiu fazer desta a sua causa e, em compras acima dos 20€, fazem entregas gratuitas ao domicílio. Fique a conhecer as nossas escolhas e inspire-se para tirar partido dela.

Quadro branco

Qual é a criança que não adora escrever no quadro? Esta pode ser uma forma de estimular os miúdos a levar a sério a escola em casa, trazendo até eles um dos símbolos de uma autêntica sala de aula. No quadro branco, os exercícios da escola ganham uma nova dimensão: a matemática faz mais sentido e as ciências ganham vida. Os conceitos aprendidos e as novas ideias ganham forma e memorizam-se mais facilmente.

Teleimpressão

Teleimpressão STAPLES

Mostrar Esconder

Durante este período que vivemos, a STAPLES disponibiliza ainda o serviço de Teleimpressão.  Basta escolher a loja mais perto, enviar o pedido por e-mail, tratar dos dados de pagamento e a impressão chega a casa, com a respetiva fatura. Para quem está em teletrabalho mas não tem impressora, esta é uma opção que permite imprimir tudo o que for necessário sem ter de sair de casa.

Cavalete

Ideal para escrever, colar apontamentos, desenhos e afins. Os pais podem utilizá-lo como ferramenta para autonomizar as crianças, deixando-as planear atividades e definir as atividades escolares. Pode ainda ser utilizado como moodboard diário, para afixar intenções, inspirações, estados de espírito e sonhos para o futuro. O cavalete tem ainda a vantagem de se poder encolher e arrumar a um canto quando não está a ser usado.

Marcadores

Para os mais práticos, basta um; para os mais artísticos, uns três ou quatro para se alternarem as cores usadas. No caso de uma casa com irmãos, cada uma das crianças pode ter o seu próprio marcador, para que os apontamentos de uns e de outros não se confundam. Os pais podem ficar com um marcador de cor diferente para poderem ir corrigindo e estimulando as crianças com novas atividades.

Materiais para desenho

A criatividade faz parte da aprendizagem e, embora seja muitas vezes subvalorizada, é uma das mais fundamentais competências para o sucesso. Embora nem todos tenhamos o mesmo jeito para desenhar, a técnica aperfeiçoa-se e o raciocínio criativo ganha-se ao longo do tempo. Para os incentivar, os pais podem lançar desafios: usar aguarelas ou lápis de cera, retratar uma quinta ou o fundo do mar, desenhar à vista ou apenas de forma abstrata. Não há limites para a imaginação.

Blocos para desenho

Podem servir apenas para os trabalhos escolares ou também como diários gráficos, onde todos os dias se desenha algo diferente. Para trabalhar soft skills, desenhar as emoções diárias é uma boa opção. Além de pôr os miúdos a criar, dá-lhes oportunidade de pensarem em como se sentem ao longo do dia – e aos pais uma forma de perceber os seus estados de espírito ao longo deste período.

Plasticina

É um material seguro, pedagógico e divertido para crianças e bebés, que tanto serve para aprender como para brincar. Pode usada apenas pelas crianças ou por toda a família, em jogos didáticos que incluam irmãos de várias idades. A plasticina pode ainda servir de ferramenta para aulas de matemática, sendo cada bolinha colorida uma unidade, por exemplo.

Quadro de cortiça

Das tarefas domésticas aos trabalhos da escola, tudo pode ser afixado para que a família saiba o que está a ser feito e o que está por fazer, estabelecendo metas e delineando prazos em conjunto.  Além dos afazeres, podem afixar-se fotografias de família, recortes de revistas e apontamentos importantes da escola. O quadro de cortiça é uma ferramenta eficaz para planificar os dias e organizar tarefas em família e de forma dinâmica.

Post-its

Podem andar espalhados pelo escritório ou pela casa, com lembretes ou mensagens de motivação. Cada tema pode ter uma cor diferente de post-it, para que se possam identificar facilmente, dos mais lúdicos aos mais urgentes, devendo esta escala de importância ser definida em conjunto com as próprias crianças. Este é um método para lembrar o que importa e para brincar um pouco – mesmo com os assuntos sérios da escola.

Este é um conteúdo Observamos em casa.