O desempenho pessoal do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi desaprovado por 55,4% dos brasileiros, segundo uma sondagem divulgada esta terça-feira pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), em parceria com o Instituto MDA.

O levantamento também mostrou que o desempenho pessoal do chefe de Estado teve aprovação de 39,2% dos entrevistados. Outros 5,4% não souberam opinar.

Ainda em relação ao poder executivo, o governo brasileiro foi considerado ótimo ou bom por 32% dos entrevistados, regular (22,9%), ruim ou péssimo (43,4%), enquanto 1,7% declararam não saber opinar.

A sondagem também tratou das medidas tomadas para conter a disseminação do novo coronavírus no país.

Para 51,7% dos entrevistados, a atuação do governo central no combate à pandemia foi aprovada, enquanto 42,3% desaprovaram.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já os governadores, que têm determinado medidas de distanciamento social no país, tiveram a aprovação de 69,2% dos entrevistados e 26,8% de desaprovação.

Sobre o isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, 67,3% dos brasileiros consideram que a medida deve ser praticada por todos, independentemente de a pessoa ser ou não de algum grupo de risco.

Outros 29,3% acreditam que o distanciamento social só deve ser praticado pelas pessoas que fazem parte dos grupos de riscos e 2,6% acreditam que não deveria existir isolamento social.

Os dados da pesquisa CNT/MDA foram recolhidos entre os dias 7 e 10 de maio em 2.002 entrevistas realizadas por telefone, com inquiridos de 494 municípios de 25 estados do Brasil. A margem de erro da sondagem é de 2,2 pontos percentuais.