Todos os construtores sofreram – e continuarão a sofrer durante mais uns bons meses – devido à Covid-19. As fábricas pararam, os stands de venda encerraram e as vendas praticamente desapareceram, o que colocou os fabricantes numa situação financeira complicada, obrigando-os a recorrer à banca para conseguirem fazer frente aos encargos e a Daimler não foi excepção. Daí que o próprio CEO do grupo alemão, Ola Källenius, arregace as mangas e se bata pela recuperação do negócio.

Depois de saudar o retomar do negócio, com a reabertura de fábricas e dos locais de venda, Källenius dá as boas vindas aos empregados que regressam aos seus postos de trabalho, um pouco por todo o mundo e garante que a marca alemã está pronta a voltar ao serviço em pleno.

Para apimentar a comunicação, o CEO aparece no vídeo ao lado do futuro Classe S, o topo de gama que se mostra com a camuflagem reduzida ao mínimo, uma vez que a Mercedes está prestes a introduzi-lo no mercado.

Já nas imagens da linha de montagem, é possível ver o interior de um modelo que parece igualmente ser o Classe S, revelando integralmente o tablier.