Sandro Bernardo, o principal suspeito da morte de Valentina, a criança morta na semana passada em Peniche, foi transportado para o hospital de São José em Lisboa com ferimentos ligeiros, avança a CMTV.

O pai de Valentina estava em prisão preventiva na zona prisional anexa à PJ. Na madrugada desta sexta-feira, enquanto verificavam as celas, os guardas terão encontrado Sandro inanimado com ferimentos provocados por auto-mutilação.

A CMTV avançou que os ferimentos foram auto-infligidos nos pulsos e nos braços, alegadamente com pedaços de louça retirados da sanita que existia na cela, numa alegada tentativa de suicídio. Sandro não corre risco de vida, avança ainda a CMTV.