A comissária europeia indicada por Portugal, Elisa Ferreira, considerou esta terça-feira que Mário Centeno foi um “ministro muito competente em momentos difíceis” e que “serviu bem a Europa enquanto presidente do Eurogrupo”

“Mário Centeno foi um ministro das Finanças muito competente em momentos difíceis, serviu bem a Europa como Presidente do Eurogrupo”, afirmou a comissária europeia da Coesão e Reformas, num ‘tweet’ ao princípio da noite.

Segundo Elisa Ferreira, que era vice-presidente do Banco de Portugal até ao momento de ser indicada para comissária europeia, no verão de 2019, “nos últimos anos, [Mário Centeno] provou que é possível relançar o crescimento e reduzir o défice e a dívida pública”.

No tweet, a comissária defende ainda “é necessária uma combinação de políticas favorável ao crescimento e equilibrada do ponto de vista social para a recuperação da Europa”, num derradeiro comentário à demissão do ministro das Finanças e ainda presidente do Eurogrupo, anunciada pelo primeiro-ministro.

A demissão de Mário Centeno e a sua substituição por João Leão, até agora secretário de Estado do Orçamento, foi conhecida ao final da manhã desta terça-feira.

Minutos depois da divulgada a notícia, o Presidente da República colocou uma nota na sua página oficial na Internet para informar que aceitou as propostas do primeiro-ministro de exoneração de Mário Centeno, a seu pedido, e da nomeação de João Leão, a quem dará posse na próxima segunda-feira.